Roberto Amaral: Quem não conhece o passado corre o risco de não ter futuro

Roberto Amaral, convidado da websérie Brasil Amanhã - Portal Clube de Engenharia

A tragédia social, econômica, política e ética do Brasil é parte integrante de sua história desde a colonização. Pensar o futuro só é possível quando enfrentamos essa realidade. Para Roberto Amaral, ex-ministro da Ciência e Tecnologia e convidado da websérie Brasil Amanhã #51, o país urge por um Projeto de Nação que acolha essas contradições perenes e busque construir um caminho para o futuro pós-pandemia que passe pelo definitivo enfrentamento das desigualdades sociais.

Países como EUA, China e Coreia do Sul, lembra Amaral, têm um Projeto de Nação e sabem o que querem alcançar enquanto sociedade e como pretendem atingir esses objetivos. O Brasil permanece na incerteza, na subserviência aos países ricos, um processo que nunca foi interrompido de fato desde o início da colonização portuguesa.

Temos, afirma Amaral, todas as condições para um pleno desenvolvimento socioeconômico ambientalmente responsável: terra, riquezas naturais e povo. Falta, no entanto, enfrentar o passado e entender que as atuais políticas de destruição perpetuam uma história pautada pela escravidão, pela depredação do meio ambiente e pela exploração dos mais pobres.

*Roberto Amaral é jornalista e advogado. Presidente do IBEP. Foi ministro da Ciência e Tecnologia. É professor adjunto (licenciado) da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e professor titular da Faculdade Hélio Alonso. Semanalmente escreve na revista Carta Capital online e em seu blog Pensar Brasil. Publicou em 2020 o livro “História do Presente: conciliação, desigualdade e desafios” (E-Book da Editora Expressão Popular).

Confira no Youtube do Clube de Engenharia: https://www.youtube.com/watch?v=Lpk853puzpk

Clique aqui para acompanhar todas as apresentações anteriores.

Veja outras notícias
Video
Menu